Assembleia Legislativa relança a Frente Parlamentar em Defesa do Iamspe

WhatsApp Image 2019-08-30 at 16.33.19

Assembleia Legislativa relança a Frente Parlamentar em Defesa do Iamspe

Aconteceu, na manhã dessa quinta-feira (29), no Auditório Franco Montoro da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, o relançamento da Frente Parlamentar em Defesa do Iamspe. A iniciativa partiu da deputada Professora Bebel (PT). Houve outras edições da frente em legislaturas anteriores, coordenadas pelos ex-deputados Marcos Martins e Carlos Neder, que estavam presentes prestigiando o evento, além do ex-deputado Roberto Felício que foi o primeiro parlamentar a oficializar a Frente, em 2007.

O presidente da Comissão Consultiva Mista do Iamspe (CCM-Iamspe), Guilherme Nascimento, afirmou que o Iamspe (Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual) passa por uma crise no atendimento. “O funcionalismo público contribui com 2% do seu salário todo mês e o governo coloca uma pequena parte no orçamento do Iasmpe. Nossa reivindicação histórica é que o governo faça uma contribuição na mesma proporção que a nossa. O orçamento que temos não dá conta das necessidades”, destacou Guilherme.

Além do Hospital do Servidor Público Estadual, o Iamspe conta ainda com uma rede conveniada de hospitais, clínicas, laboratórios de imagem e laboratórios clínicos no interior e no litoral. “Estamos passando por uma crise de atendimento como nunca tivemos nos anos anteriores. É rotineiro o tempo de atendimento do pronto-socorro do Hospital do Servidor Público passar de 16 horas. É uma crise muito grande, por isso a importância desta frente parlamentar, por contar com deputados de diversos partidos, da base do governo e da oposição”, continuou o presidente da Comissão Consultiva Mista do Iamspe.

A deputada Professora Bebel disse que já houve progressos: “Conseguimos o avanço de colocar na Lei de Diretrizes Orçamentárias que os 2% adviessem do Tesouro. Agora temos de participar das audiências públicas para que se torne Lei Orçamentária.”

A Associação dos Escreventes Técnicos Judiciários do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (AECOESP) esteve presente ao evento representada por seu presidente, Sylvio Micelli que, atualmente é Coordenador da Grande São Paulo da Comissão. Micelli presidiu a comissão estadual por 10 anos, entre 2007 e 2017 e teve seu nome lembrado durante o evento por colegas do funcionalismo e parlamentares.

ASCOM AECOESP
Com informações da ALESP
Fotos: Victor Micelli

#aecoesp #trabalhoaecoesp #somostodosaecoesp #somostodosescreventes #escreventes #escreventesp #judiciário #nivelsuperiorescrevente #funcionalismo #serviçopúblico #servidorpúblico #tjsp #venhaparaaaecoesp #iamspe #ccmiamspe #saúde #audiênciapública #alesp

Outros Posts

Contato

Faça seu recadastamento

Agradecemos sua visita em nosso site

Logo 51 anos 400

Volte em breve

Localização

Quem Somos

A Associação dos Escreventes Técnicos do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo foi fundada em decorrência das necessidades dos Escreventes e de todos os funcionários do Judiciário paulista, de ter uma entidade forte, independente e combativa que os representassem e defendessem diante dos poderes constituídos, que encampasse uma luta por melhores condições de trabalho, salários e visasse uma preparação profissional para que os servidores pudessem melhor atender os usuários da justiça.

Por outro lado pensava também em fundar uma entidade que fosse capaz, de socorrer seus associados em situações emergenciais, facilitando-os na aquisição de remédios, mantimentos, assistência jurídica, odontológica, médica e maior entrosamento entre os servidores, através de atividades esportivas, proporcionando ainda cursos e viagens de turismo, visando sempre o desenvolvimento intelectual e profissional de seus sócios.

Foi exatamente para atender estes anseios, que alguns escreventes após várias reuniões e encontros decidiram no dia oito de março de 1968, no auditório do tradicional Clube Piratininga, na Rua Formosa, fundar finalmente a Associação dos Escreventes dos Cartórios oficializados, daí portanto a necessidade de se ressaltar o nome Cartórios Oficializados.

Os tempos mudaram e a realidade hoje é outra, os desafios e as dificuldades aumentaram, e a necessidade de interagir com os funcionários do Judiciário, bem como todos os usuários da justiça e da sociedade como um todo também. Foi exatamente pensando nisto que a atual diretoria empossada em 1 de janeiro de 2006, propôs em assembleia da categoria, e foi aprovada por unanimidade a adequação do nome para Associação dos Escreventes Técnicos Judiciários do Tribunal de Justiça de São Paulo, e também criação de orgãos de divulgação visando informar a todos sobre a atuação, participação e lutas que esta entidade vem empreendendo juntamente com outras entidades representativas do judiciário e funcionalismo público mas também de assuntos que envolvem toda a sociedade, de forma clara, livre e independente de qualquer conotação político-partidária como também ideológica.

Equipe

Sylvio Micelli

Sylvio Micelli

Presidente

Marisa Juliano

Marisa Juliano

Tesoureira

Formulário de Associação

Formulário de Contato

Whatsapp

Messenger

Enviar Email

Ligar